quarta-feira, 9 de maio de 2012

Fim da televisão analógica originou sofrimento e exclusão

A forma como a Televisão Digital Terrestre foi introduzida em Portugal não permitia esperar outro resultado. Os cidadãos em geral e as populações mais desfavorecidas em particular foram altamente lesados com a migração para a TDT. O processo de migração português foi concebido e implementado com quase total desrespeito pelos cidadãos, ignorando por completo as experiências de outros países, as recomendações de especialistas e as graves dificuldades económicas da maioria da população. 

Em Dezembro de 2010 alertei que já não seria possível implementar um processo de switch-off que decorre-se de forma tranquila. Os factos deram-me razão, em Portugal não tivemos uma verdadeira migração, mas sim uma expropriação. Tratou-se de uma verdadeira agressão à população, perpetrada por políticos sem escrúpulos ao serviço do lobby da televisão paga. A mudança foi imposta a todo o custo, sem estarem reunidas as condições, com grandes benefícios para alguns poucos, mas com uma factura pesada e sem contrapartidas relevantes para a população. 

ANACOM e responsáveis políticos decidiram que um ano bastaria para vários milhões de portugueses se prepararem e fazerem a mudança para a TDT. Apesar dos avisos e das inúmeras evidências em contrário, para eles foi um sucesso, pois avaliação diferente poria em causa os seus juízos e a sua competência. 

Aos olhos dos políticos o processo correu tão bem que o administrador da ANACOM com a responsabilidade da TDT (o mesmo que em Fevereiro de 2011 afirmou que a instalação de emissores tinha ficado concluída no final de 2010), foi “premiado” com novos pelouros. Entre outras atribuições, será responsabilidade deste Sr. coordenar e decidir a gestão e fiscalização do espectro radio-eléctrico. Já todos podem imaginar o que poderá vir a acontecer e qual será o futuro que espera a TDT portuguesa… 

Segundo a ANACOM, após as três fases de desligamento, terão sido recebidos no total 4.065 telefonemas para a linha de apoio da TDT por parte de pessoas que ficaram sem TV. A mesma considera estes números “pouco expressivos” e eu concordo. Os números são de facto pouco expressivos porque não expressam a realidade! A maioria das pessoas que liga para a linha de apoio sabe porque ficou sem televisão, simplesmente não tem disponibilidade financeira para fazer a mudança porque, ao contrário do que é afirmado na publicidade que passou na TV, na maioria dos casos não basta comprar um “descodificador” e ligar ao televisor.  

Como já referi neste blogue, o programa de subsidiação dos equipamentos TDT foi um fracasso, a verba utilizada ficou substancialmente abaixo dos valores apresentados pela PTC na fase de concursos. Ou seja, tudo indica que a PT acabou por poupar muito dinheiro com o programa de subsidiação! Terá sido porque os portugueses são ricos, ou devido à falta de divulgação e todas as burocracias necessárias para obter a comparticipação? Não há responsáveis?  

A contrapor ao sucesso apregoado pelos políticos e pelos responsáveis da ANACOM, há verdadeiros dramas de famílias e pessoas isoladas que ficaram sem televisão, a sua única fonte de distracção ou companhia. Eis o extracto de uma mensagem recebida pelo Blogue TDT em Portugal de uma funcionária da linha de apoio TDT que chega a atender várias dezenas de pessoas por dia:
Sou trabalhadora da linha de atendimento da TDT (a serviço da PT) há 7 meses. Lido diariamente com casos de telespectadores indignados que me deixam igualmente indignada e perplexa. Enquanto trabalhadora esforço-me ao máximo por ser imparcial, pessoalmente não consigo ficar indiferente aos problemas que este novo sistema está causar não a dezenas, nem a centenas, mas a milhares de cidadãos portugueses. Todos os dias regresso a casa com o sentimento de que estou a compactuar com o demónio. Raramente temos soluções gratuitas a baixo custo para oferecer aos telespectadores. Oiço pessoas a chorar, a gritar, a conformarem-se devido a esta situação. Estamos a falar da televisão, um bem adquirido pelos portugueses há 55 anos, o meio de informação das massas, o único meio de entretenimento ou a única companhia de alguns. «…» Existem direitos civis básicos que estão a ser violentados pelas entidades responsáveis da TDT. 

Segundo a ANACOM, terão sido 4.065 telefonemas, mas quantos mais milhares ficaram sem televisão e não telefonaram pelas mais variadas razões? Afinal, a experiência diz que quando um reclama muitos mais ficam em silêncio. 

O processo de migração para a Televisão Digital Terrestre, pela forma como decorreu, ficará registado como um marco negro, não só na história da televisão portuguesa, mas também na história da nossa democracia. Infelizmente, a maioria da população achará que se tratou apenas de mais um “assalto” ao bolso dos cidadãos, mas quem seguiu o processo com atenção e tem alguma experiência de vida, sabe que se tratou de algo bem mais grave. Ficou bem evidente que a nossa democracia está doente e certos políticos não passam de serviçais do poder económico, neste caso a PT, que é quem de facto "governa" as telecomunicações e a televisão em Portugal. 

Os dias que correm fazem recordar tempos anteriores ao 25 de Abril de 1974, quando uma ditadura mentia e oprimia a população em benefício de meia dúzia de capitalistas. Parece que em vez de avançar recuamos no tempo! 

Posts relacionados:
TDT: falta de informação facilita burlas
Para que tudo fique na mesma…
Trapalhada Digital Terrestre
TDT: Blogue TDT em Portugal apelou ao Governo
O Futuro da TDT em Portugal
TDT: Emissores e Mapas de cobertura
TDT: problemas de recepção, antenas, etc

55 comentários:

João Silva disse...

Infelizmente é a realidade, mas como o sr refere e bem no seu post, há muita gente que ficou sem tv graças ás políticas deste desgoverno... no entanto na hora de decidir em quem colocar no parlamento, quase que venderia a minha alma ao diabo em como grande parte dessas pessoas que ficaram sem tv vão votar sempre nos mesmos, graças ao medo que se tem de meter alguém que faça algo por este país e que não se limite aos lobbys politicos que existem. Revolta-me dizer isto... mas o povo portuguÊs não se pode queixar porque tem o que merece e se houvesse hoje eleições tornariam a meter PS ou PSD no governo! Por isso ninguém reclama. Em todo o caso e infelizmente paga o justo pelo pecador.

MasteRij0 disse...

Mas que pais é este? Desde ontem que a TDT aqui na zona da Gafanha (Vagos) ou esta a escuras ou aos empurroes, mas é geral, até tenho conhecimento que em Mira a situação está igual.
Eu que tinha aqui 90% de força de sinal oriundo de Sao Bernardo actualmente está a 0, Tinha tambem uns agradaveis 64% de sinal proveniente do Porto (outra antena de backup) está a 0 tambem.
Mas o cumulo desta situação não há TDT Portuguesa aqui para ninguem e eu estou a apanhar TDT Espanhola?! E ainda são perto de 30 canais!
TDT Espanhola fica ca para sempre! Não vas embora....

CMatomic disse...

Zon assume que TDT gerou negócio

"A Zon admite ter conquistado clientes com o desligamento do sinal analógico de televisão que aconteceu durante o primeiro trimestre deste ano e terminou a 26 de Abril."
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=555967

não têm mesmo vergonha , onde que isto já chegou .

Yagi disse...

Os problemas de recepção TDT na zona de Mira / Vagos foram abordados num post há cerca de duas semanas:

TDT - Terrestre ou Satélite?

Curiosamente, alguns dias depois o assunto foi referido pelo jornal Sol (mas sem qualquer referência ao blog TDT em Portugal).

Anónimo disse...

Concordo plenamente com o artigo, no entanto, não concordo que só se digam desvantagens, podiam falar, por exemplo, a RTP2 em 16:9.

Yagi disse...

ZON e MEO ganharam imensos clientes graças à TDT miserável que temos. Isso era mais que previsível! O anedótico da questão é a ANACOM dizer que vai ficar atenta à evolução do número de clientes dos operadores de TV paga!! Isso sim, é para rir à gargalhada! Como se a ANACOM não tivesse responsabilidade nenhuma no crescimento do número de clientes da ZON e do MEO. Já o disse várias vezes, a TDT portuguesa é uma FARSA.

MasteRij0 disse...

Sim Yagi, eu li esse post por cá!
Mas agora é o APAGAO TOTAL, mesmo quem tinha aqui a TDT a funcionar estavel a anos ficou sem ver... Está a 0.

Yagi disse...

"não concordo que só se digam desvantagens" - amigo(a), há um post de Março que antecedeu a passagem da RTP2 para o 16:9 onde se referem as vantagens do 16:9. Um canal em 16:9 é bom, mas é muito pouco. Há ainda a boa qualidade de imagem (para quem consegue receber). O que se critica neste post (e noutros) não é a TDT, longe disso! É esta TDT e a forma como foi implementada.

Miguel disse...

"A Zon admite ter conquistado clientes com o desligamento do sinal analógico de televisão que aconteceu durante o primeiro trimestre deste ano e terminou a 26 de Abril."

A palavra correcta não é conquistado, é enganado!

Marco disse...

Mais uma anedota da TDT:
«Os serviços da Televisão Digital Terrestre (TDT) propuseram aos responsáveis por um lar na vila de Castelo de Vide a aquisição de 40 parabólicas para resolver o problema da inexistência de cobertura do sinal naquela zona.»

Fonte:
http://www.radioportalegre.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=5279&Itemid=54

t0nito disse...

Devido aos fenómenos de propagação e segundo leio aqui e em outros forums praticamente todo o país está a ter apagões da TDT. Acho que só quem vive junto dos emissores (como os meninos das cidades) é que não tem esses problemas. Só há duas formas de resolver isto que infelizmente não estou a ver a PT a fazê-lo. Ou instalam mais emissores e reduzem a potência aos existentes, ou implementam a rede em multi-frequência para evitar conflitos em emissores. Afinal os canais que temos são tão pouquinhos que não faltam frequências para fazê-lo.

Yagi disse...

"40 parabólicas para resolver o problema da inexistência de cobertura num lar"

Infelizmente muitas empresas e indivíduos não têm a mínima preparação para instalar ou aconselhar sobre TDT. Depois dá nisto...

Yagi disse...

"praticamente todo o país está a ter apagões da TDT" - convém não generalizar. Já o disse várias vezes: muitos desses casos são de zonas onde a cobertura é por satélite (probabilidade reduzida de cobertura terrestre), mas se está a tentar receber por antena terrestre. Moro a dezenas de Km's do emissor mais próximo e recebo a TDT portuguesa praticamente sem falhas, haja boas ou más condições de propagação. Rede multi-frequência? Tenho sérias dúvidas. Seria muito caro fazer a alteração. Se estão numa zona que supostamente deveria ter cobertura terrestre e têm problemas frequentes de recepção (e a instalação de antena está bem feita!) devem reportar a situação à PT e enviar queixa para a ANACOM, que devem averiguar e corrigir as falhas.

Questões relacionadas com dificuldades de recepção e emissores p.f. consultem e postem comentários nas mensagens já existentes sobre esses tópicos (vêr DESTAQUES).

Ivo disse...

Da Maneira como a TDT em portugal está e foi implantada.... Como instalador acho vergonhoso e desonesto ainda para mais com que cara é que eu digo as pessoas que não tem televisão via terrestre quando se via 5* o analógico!!!! é maior a percentagem de pessoas mais mal servidas com esta palhaçada que bem servidas... -.-

Anónimo disse...

Não sei o que é que se passa com a porcaria da TDT? Interesses obscuros? Incompetência extrema?

Vivo igualmente perto de Mira e tive uma boa qualidade de sinal após a instalação da TDT, de 93-97%. Mas desde há uns 4-5 dias para cá, a qualidade do sinal piorou bastante (20-55%), o que não permite ver TV!

Se o sinal estava a funcionar de forma excelente, porque é que nos foi retirado?

leon disse...

Sou um morador do concelho de Oliveira do Bairro e tambem aqui estamos a ter graves falhas de recepção.Ja telefonei 5 vezes á TDT e só ontem a funcionaria que me atendeu reconheceu haver problemas na emissão e não nos meus receptores.
No ultimo ano tenho sido assediado intensamente pelos vendedores da meo e alguns deles já me tinham antecipado esta situação:mesmo com antena e televisoes digitais modernas não receberia o sinal se não tivesse a box.Tinha a esperança que fosse paleio de vendedor desonesto mas vejo agora que a desonestidade vem mais de cima;claro, é necessario continuar a pagar os 3 milhões de premios ao Zeinal Bava!

beirao disse...

Já fiz várias reclamações.
Resultado = 0

hfrsantos disse...

Ainda nao tenho televisao. Ja comprei antena interior que devolvi. Antena do prédio é antiga e ninguem a quer mudar. Antes do apagao conseguia ver televisao sem antena, é real! Com antena interior que comprei para a TDT da melhor de marca conhecida consigo uma recepçao excelente do sinal analogico a dizer-me que devo mudar para a TDT, mas nenhum sinal da antena TDT que esta a 25km da minha casa. Que devo fazer, convencer os senhorios a colocarem nova antena no predio? Pagar os 160 euros que me pediram para intalar nova antena no predio? So alugo o apartamento a 5 meses.

CMatomic disse...

noticia sol
Memória e Informação grátis para todos

"«É preciso não esquecer que a TDT deixa livre espaço em sinal aberto para, pelo menos, oito canais», recorda a deputada Inês de Medeiros.

Para que esta oferta possa estar ao alcance dos portugueses – que tiveram de investir em descodificadores e televisores para ver TDT –, «basta uma decisão do Governo», frisa Medeiros, que entende que essa é uma discussão «muito mais urgente e importante do que a privatização de um dos canais da RTP»."

http://sol.sapo.pt/inicio/Sociedade/Interior.aspx?content_id=49239

Nos sabemos quem foi o principal responsável pela implementação desta TDT, que é a pior da Europa.

mais uma noticia sobre este sucesso da ANACOM/PT
"Falta de televisão indigna população de Montalegre
Oitenta por cento do concelho está sem cobertura de Televisão Digital Terrestre. O que representa 87 lugares e aldeias. A solução passa pelo recurso à TV paga, que não é acessível a todos."
Reportagem da RTP
http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=553271&tm=8&layout=122&visual=61

Vitor Correia disse...

Boa noite,

Posso confirmar que toda a zona da Mealhada e inclusive Cantanhede está 'apagada' desde quinta.
O sinal, no centro da minha freguesia, Casal Comba, CP 3050-169, tinha potência de 60% com qualidade 100%, e desde que o calor veio, foi-se o sinal português e veio o espanhol, apanho sem problemas com sinal na ordem dos 40% de potência e qualidade canais como o Paramount, axn (apesar de codificado), mtv e outros. Não é um fenómeno novo, sempre que vem o calor, vai-se o sinal português e vem o espanhol, tal como vice-versa, se há português não há espanhol....

Cumprimentos,
Vítor Correia

Pedro disse...

O emissor de Valongo está com muitas interferências. Antes funcionava bem. Agora o sinal varia de 0 a 50%. A imagem está sempres a parar. Será o início do 4G a provocar estas interferências?

CyberX disse...

E após o apagão final quando a maior parte dos problemas da TDT deveriam estar resolvidos parece que resolvem agora fazer intervenções técnicas nos emissores que servem Mira (Ceira Coimbra e Aveiro se não me engano) deixando toda a gente sem televisão há já quase uma semana (já duram desde o dia 9 de maio). Isto só em Portugal

Flávio Marta disse...

Acho que se devia ler esta notícia: http://publico.pt/1545986

Yagi disse...

RTP: "A solução passa pelo recurso à TV paga, que não é acessível a todos."
É mais um "precioso" contributo da RTP para confundir (ou enganar) a população e ajudar a ZON e o MEO a "ganhar" clientes. Poderiam ter filmado de forma a não mostrar a parabólica da ZON (publicidade), mas quem sabe se até foi propositado? Para receber os 4 canais (mesmo por satélite) não é necessário assinar contrato com operadores de televisão paga!

Yagi disse...

Duvido que uma intervenção num emissor dure uma semana ou mesmo dias. Atenção que algumas das localidades aqui referidas como não tendo cobertura estão em zonas consideradas pela PT como tendo probabilidade reduzida de recepção TDT (terrestre). Nestas zonas podem ocorrer períodos em que o sinal falha várias horas seguidas.

Anónimo disse...

Na vila de Mação (distrito de Santarém) que aparece no site da PT com cobertura TDT ficou desde há cerca de uma semana com várias interrupções quer do emissor de Abrantes quer do retransmissor de Mação.

Anónimo disse...

Bom dia,
resido em Sever do Vouga (Aveiro). Desde Há 4/5 dias que também deixámos de ter acesso à TV. O nosso sinal era estável (100%) uma interferência casual por vezes. Calculo que isto deve esconder interesses económicos. Falta de vergonha é o que se pode charmar a este tipo de 'interveções'.

dani disse...

Amigos todo o país está a ter apagões esta é a verdade durante o dia há sinal e á noite simplesmente desaparece isto ha cerca de 2 semanas e onde havia sinal hótimo com 80 90 por cento de qualidade é o que se lê por todos os bloges algum problema existe ao nível dos Emissores

Yagi disse...

Enfim... o que está a acontecer era de esperar. Como adverti há bastante tempo, só depois de um nível de migração significativo da população é que seria possível detectar em pleno as falhas da rede. O apagão piloto de Alenquer correu mal e ignoraram a advertência que fiz. A migração foi feita à pressa e os problemas estão aí.

As vendas do kit TDT Complementar ficaram muito abaixo do esperado o que significa que muitos estão a receber a TDT por antena terrestre em zonas DTH. Recomendo que verifiquem se a vossa morada é suposto ter cobertura TDT terrestre. Se a instalação de antena foi feita/revista por um técnico e há longos períodos de falha de sinal, sugiro que reclamem à PT, à ANACOM e até aos canais, porque certamente que não estão interessados em ficar sem audiência.

CONTACTOS ÚTEIS:
RTP: 217 947 000
SIC: 808 202 822
TVI: 21 434 75 00

António disse...

Yagi, podia explicar melhor a seguinte frase: "só depois de um nível de migração significativo da população é que seria possível detectar em pleno as falhas da rede"
Do que diz fico com a impressão que a emissão do sinal depende do número de receptores, o que sinceramente não fazia ideia.

Pedro disse...

Os problemas no emissor de Valongo à noite continuam. A minha antena está apontada ao emissor e a curta distância. Estou numa zona tdt. Por isso não me lixem. A PT anda a brincar com o povo.

Miguel disse...

Não se ponham com teorias da conspiração. Não está a haver nenhuma intervenção nos emissores. O que está a causar os problemas em todo o país é o mau cálculo da rede feito pela PT, com menos emissores do que o ideal para uma rede de frequência única e potências desiquilibradas, aliado ao facto de estarmos numa altura em que a propagação está aberta de tal maneira que há sinal que chega a centenas de kms de distância, indo cair fora do intervalo de guarda do sinal dos emissores locais, detriorando ou mesmo destruindo completamente esse sinal.
A partir de quinta-feira já ninguém se queixa...

Yagi disse...

«fico com a impressão que a emissão do sinal depende do número de receptores» - nada disso. Ao contrário do que muitas pessoas crêem, apesar de muitos emissores TDT estarem junto a antenas da TMN, não existe a possibilidade de "sobrecarga" da rede TDT como acontece com as redes GSM, 3G e 4G. São situações distintas.

«"só depois de um nível de migração significativo da população é que seria possível detectar em pleno as falhas da rede"» = se havia poucos telespectadores a receber TDT é natural que muitos "pontos negros" tenham passado despercebidos até há pouco tempo. A esmagadora maioria da população só iniciou a migração a partir de Janeiro de 2012, mas o "problema" já existia.

Yagi disse...

"O que está a causar os problemas em todo o país é o mau cálculo da rede feito pela PT, com menos emissores do que o ideal para uma rede de frequência única e potências desiquilibradas"

Continua por esclarecer o aparente aumento de potência dos emissores. Se houve de facto aumento da potência relativamente ao que estava planeado é bem possível que a disponibilidade da rede tenha sido sacrificada. Sempre gostaria de saber se a PTC entrou com algum pedido de alteração ao plano técnico da rede junto da ANACOM. Atenção que o fenómeno das condições anormais de propagação não explica todas as falhas de recepção. As falhas têm várias causas como já escrevi em post anterior.

"estarmos numa altura em que a propagação está aberta de tal maneira"

Os "índices" de propagação ainda têm estado relativamente baixos, ainda não houve dias de propagação forte, pelo menos na região centro/norte do país. Isto foi só uma pequena amostra.

Anónimo disse...

estas situações só serão resolvidas quando alguém apresentar uma queixa contra o estado português no tribunal europeu. aqui dentro está tudo viciado!

Yagi disse...

Clientes MEO aumentaram 27% no 1ºtrimestre!
Quando a ZON divulgou números alguns meses atrás afirmei que o MEO iria ganhar muitos mais clientes e aqui está a prova. De Janeiro a Março o Meo teve um aumento de mais de 235 mil clientes. São pelo menos mais 40 milhões de Euros de receitas anuais. E não vai parar! MEO e ZON vão continuar a ganhar muitos clientes graças a uma implementação deplorável da TDT no nosso país.

Os resultados extraordinários do MEO e da ZON representam o falhanço da TDT. Impõe-se o julgamento político dos responsáveis!

Os autarcas das zonas de sombra TDT bem podem esperar por resposta da PT para autorizar a activação de retransmissores. Enquanto houver clientes para aliciar para o MEO, não há interesse em melhorar a cobertura!

Anónimo disse...

É uma realidade que em práticamente todo o Alentejo ( o Alentejo não é só as sedes de Distrito), a TDT funciona mal, quando funciona. É tb uma realidade que a ANACOM, entidade Pública, defende os Interesses da PT , entidade Privada.
O mau funcionamento da TDT só traz vantagens á PT, que vê o serviço MEO crescer, até pq na maior parte do alentejo o unico operador por cabo é a PT. Isto só acontece neste pais, onde não funciona a Concorrência, e algumas empressas são favorecidas em prol de outras.
A TDT é uma vergonha e pelo andar da carruagem e a inexistência de tentativas de melhorias, continuará a ser.
A ANACOM diz que têm poucas reclamações. Pudera, a maioria das Populações vivem nos grandes centros Urbanos e ai o sinal têm menos falhas. Os que vivem nos meios mais rurais são pessoas maioritáriamente pessoas mais velhas, sêm acesso ou conhecimentos de internet, e como tal não reclamam. É ai que o sinal não funciona! Mas essas pessoas tb pagam Impostos ( que paga a TDT) e têm os mesmos direitos.
E os mais novos que ai vivem, que reclamam, o que é o meu caso, são poucos, logo precentualmente traduz-se num nº pequeno. É pena que seja esta a cultura do nosso Pais, um pais que se diz desenvolvido, mas é só para alguns.
Deviamos todos ( o PAIS inteiro) desligar as televisões durante 2 dias, para que os canais (SIC, RTP e TVI) fossem penalizados com a falta de telespectadores. Os anunciantes, que pagam os anuncios a peso de ouro, certamente iriam pedir para serem reembolsados pelo tempo que estão a pagar e que ninguém vê. Talvez ai fossemos ouvidos e a PT tivesse outra atitude. Talvez.

Anónimo disse...

Quero ajudar o sr. ministro da finanças na luta contra o défice. Como o número de assinantes de televisão paga não para de aumentar, é melhor começar fazer previsões para despesas futuras: os canais que estão na tdt não vão quer continuar pagar as despesas da cobertura tdt.

Castro Sousa disse...

A Zon começou, na passada sexta-feira, a desligar TODO o sistema analógico que possuía.
A partir de hoje as principais cidades vão começar a necessitar de ter 1 box por cada televisor para poderem usar o operador Zon.
E ainda pedimos que alguém olhe pela TDT... quando a TDT acabou por servir para certas empresas se encherem de dinheiro aproveitando essa "mudança".
E queremos que o país cresça...

Agora só me apetecia era enviar para os meios de comunicação social o contrato que o estado português tem com a PT acerca dos serviços de TDT... e revelar os valores que estão lá inscritos, infelizmente de há 4 meses para cá que o meu gabinete tem estado sobre mira de um grupo de membros do governo porque uma colega revelou os números reais registados sobre uma comunicação do ministro, em vez dos números que o ministro tinha apresentado na conferência de imprensa.
O concurso público para a venda do canal 1 e de várias instalações da RTP já está pronto. Deve ser iniciados os procedimentos de venda nos próximos dias apesar de os 2 interessados ainda estarem em negociações para que a venda seja feita diretamente sem necessidade de concurso aberto.
Depois de os nossos computadores terem sido vistoriados e alterados em todo o sistema, já descobrimos dezenas de programas que estão a enviar toda a informação para uma central... sedeada numa instalação da PT. (felizmente alguns dos técnicos informáticos do departamento ainda são dos "nossos" e avisaram-nos disso tudo a tempo, sendo que a nossa colega foi dispensada devido ao "lapso" que cometeu)
Infelizmente, devido a esse "serviço" não é possível imprimir nem proceder a cópias para outros meios que me permitissem colocar isso cá fora anonimamente.
Já nem é pelo trabalho que tenho... é mais pela equipa que comigo trabalha e que necessitam do emprego.
A "caça ás bruxas" começou e todos estes abusos estão a ser contidos para evitar problemas públicos acerca do que se está a preparar para o final deste ano... a TDT será a menor das preocupações.

Mensagem enviada por Apad via Wifi

PPP Lusofonia disse...

TDT - Tolice dos Tontos
Custo benefiio péssimo, aumenta as importações de equipamento, vá-se lá saber quanto

http://ppplusofonia.blogspot.pt/2012/05/tdt-tolice-de-tontos.html

Yagi disse...

As emissões 4G, que já estão disponíveis em vários locais do país (consultar emissores), podem de facto causar perturbações à recepção da TDT. Algumas frequências do 4G estão dentro da faixa 790-862Mhz recentemente desafectada e são captadas pelas antenas de televisão, amplificadores, receptores e televisores. Em locais próximos das antenas 4G a intensidade do sinal pode provocar interferência e impedir a recepção do sinal TDT. A utilização de filtros poderá solucionar o problema.

Yagi disse...

«A "caça ás bruxas" começou e todos estes abusos estão a ser contidos para evitar problemas públicos acerca do que se está a preparar para o final deste ano»

A RTP1 já está praticamente nas mãos da ZON. Não me admiraria se o canal a privatizar (RTP2?) fosse parar às mãos da PT. A TDT poderá ficar reduzida a canais cuja missão principal seria a promoção dos canais a pagar da RTP, SIC e TVI na ZON e no MEO. Como referi na altura, recordo que a proposta da ZON para o 5º Canal (informação confidencial mas que veio a público), era precisamente essa: utilizar o 5º Canal como Cavalo de Tróia para fomentar a migração para a televisão por assinatura. Espero estar enganado...

Pedro disse...

Atualmente é isso k se passa.
No fim de todos os noticiários dos 3 generalistas lá dizem eles, não perca isto e aquilo no canal (rtpn, sicn ou tvi24).
Não é só publicidade. É uma forma de querer obrigar as pessoas a aderir.

Anónimo disse...

Caro Pedro, eu não entendo que seja uma maneira de obrigar as pessoas a aderir à tv paga. Todos os canais(rtpinfo, sicn e tvi24) são passiveis de serem assistidos pela internet, estando estes ao alcance de todos aqueles que tenham internet(até TVs hoje em dia podem ter internet com browser, conhecidas por smarttv). Claro que a mensagem fica subentendida caso uma família não tenha internet ou tv por subscrição de que terá que ter um serviço pago para poder ver. O que quero dizer é que não é uma forma de forçar a aderir a plataforma de tv por subscrição mas talvez uma forma de se utilizar as plataformas disponíveis pelas televisões para que o cidadão conheça a versão multimédia tanto da rtp, como da sic, como da tvi. Não defendo nenhum destes canais nas plataformas pagas(o que deveria ter sido feito era integrar todos os canais das 3 empresas com sinal aberto na tdt para melhorar a oferta), apenas entendo o lado informativo de que a nossa televisão está além da caixa que mudou o mundo e está a tornar-se em algo mais versátil.

Anónimo disse...

http://exameinformatica.sapo.pt/noticias/mercados/2012/05/29/migracao-da-tdt-deixou-presidente-da-anacom-sem-televisao

Nem o homem conseguiu captar a TDT... numa região onde é dito pela PT que existe cobertura total.

Yagi disse...

O ex-presidente da ANACOM juntou-se ao grupo dos que tiveram poder para fazer alguma coisa para termos uma TDT e um processo de migração dignos e nada fizeram. Lembram-se das declarações de Paquete de Oliveira ex-Provedor do Telespectador?

Agora que já não ocupam funções, procuram a simpatia do país que atraiçoaram! Coitado do Sr. Amado que também ficou sem TDT!!! Dizia que a ANACOM não se fiava na PT e ia para o terreno averiguar se a PT estava a cumprir. Não estava pois não?

Há muitas pessoas com peso na consciência pelo que fizeram ou deixaram de fazer em matéria de Televisão Digital Terrestre.

Todos os portugueses deveriam agradecer e enaltecer o exemplo de Mário Figueiredo Provedor do Ouvinte da RDP, que teve a "ousadia" de defender os interesses dos cidadãos e de Portugal. Naturalmente não foi reconduzido no cargo!

Anónimo disse...

Temos agora outro grande exemplo de como a RTP está a fazer trabalho extra só para dar dinheiro ás empresas de cabo e gastar dinheiro do contribuinte.
Vejam o caso da Volta à França em Bicicleta.
A RTP comprou os direitos de transmissão em regime fechado. O valor é, ligeiramente, inferior ao valor da emissão em livre.
Com o valor dos 3 comentadores e toda a estrutura que têm para transmitir com o patrocínio da operadora de cabo.
Será que esse patrocínio consegue pagar os direitos de transmissão, outros equipamentos e os ordenados da equipa que promove a emissão?
E, a parte mais engraçada, é que quem têm acesso à RTP Informação também têm acesso à Eurosport que transmite o mesmo sinal também comentado em Português.
Portanto a RTP Informação acaba por estar a gastar um valor muito simpático, que tem alguma ajuda por parte das operadoras de cabo. As 2-3 horas que dura cada emissão não chegam, nem próximo, para pagar o valor que gastam.
Se a emissão fosse feita pela RTP2 e fizessem apontamentos especiais num programa especial na RTP i com mais alguns comentadores convidados (como se fez durante vários anos), ainda se percebia, agora gastar dinheiro numa coisa que vai duplicar algo que já está disponível, baixa o valor que é pago pelos patrocinadores.
Sendo que a parte do acesso aos resumos por um custo mais baixo se perde (foi o que um elemento da direção disse no ano passado quando usaram o mesmo sistema) pois esses resumos só são usados, caso um português vença uma etapa.
No resto das etapas nem nos noticiários desportivos são apresentados resumos.

Só isto dá para perceber que a RTP continua a funcionar com base em dar mais dinheiro para as operadoras de cabo sem qualquer valor acrescentado para a televisão.
Já se viu que as outras operadoras de televisão também seguem isso. Basta lembrar o ano passado o campeonato sub-19 a ser transmitido pela TVI-24, coisa que ninguém seguiu.
Como os resumos nem aos noticiários gerais chegavam... pouca gente viu esses jogos.
Será que as direções não fazem contas para se livrarem da chantagem das operadoras de cabo?
Para emitir lá eles têm de pagar seja o canal emitido em livre ou não.
As operadoras nacionais têm andado a apanhar séries, filmes e programas já em 2-3 mão de outras emissoras.
Vemos o caso da RTP Memória em que se disse que não era emitida em livre porque transmitem séries que têm direitos internacionais. Só faltou dizer é que muitas dessas séries já têm um valor bastante baixo e que não têm grande diferença entre emissão em livre ou em circuito de cabo.

Yagi disse...

Os custos com direitos de programas emitidos pela RTP Memória é muito baixo, como já divulguei no blogue TDT em Portugal. Consultem este post.

André disse...

@23 de Maio de 2012 19:35
Estarem disponíveis na Internet não é "permitir que todos o possam ver".
Segundo números do INE, 84% dos acessos internet nacionais são feitos a partir de operadoras de cabo. Ora isto deixa 16% para o ADSl e acessos móveis.
Ora nas operadoras de cabo, desde 2004 que não existem pacotes de internet sem televisão agregada.
Portanto, esses 84% têm acesso aos canais na própria televisão e não precisam de usar o serviço de internet.
Dos restantes, há o problema da velocidade e limites de tráfego.
Uma emissão de 1H no RTP Play são 438mb na melhor das hipóteses.
A nível da Rede móvel, 80% dos tarifários estão fora disso porque em 2 a 6h de emissão, ficavam sem consumo para esse mês.
A nível do ADSL já permitia visualizar o problema está em que, aqui também, o ADSL têm sido adicionado aos serviços de televisão e já há poucas empresas vendem só internet e telefone em casa.
Porque nos grandes centros, por mais 1 euro (ás vezes até fica mais barato ter tv-internet-telefone do que ter só adsl) têm as televisões com vários canais.
Portanto, o que é dito é mesmo publicidade aos operadores de cabo, pois só por aí é que pode aceder aos conteúdos que lá são referidos.
Também a RTP ainda não quis revelar quantas pessoas têm acedido ao seu canal de internet para visualizar videos e quanto tempo, em média, lá é passado.
Se isso fosse algo significativo, já teriamos cá essa informação fora há muito tempo... o problema é que eles tem boa adesão quando têm programas como a volta a Portugal em bicicleta, onde muita gente das localidades acaba por ir para ver as imagens de helicoptero da sua região.
De resto a adesão será muito baixa, porque, como atrás referi, quem têm acesso à internet para ver esses programas... também os têm na televisão que está incluída na mensalidade que paga.

Na volta à frança, concordo com o que o utilizador anónimo disse. Não se percebe porque é que a RTP informação adquiriu esses direitos e está a gastar dinheiro com essa emissão, quando podia poupar e ter a programação normal.
Quem têm acesso à RTP info também têm acesso à eurosport. São canais que são parte de 100% dos pacotes básicos das operadoras.
Se tivessem adquirido os direitos e transmitiam na RTP2 e podiam ter um programa depois das 17h no desporto em que comentavam a etapa na RTP informação, até se entendia.

Acerta da Rtp memória, o governo não é o proprietário de TODOS o arquivo da RTP desde o seu nascimento até 2011?
Não seria mais económico aproveitar isso e ter o canal em livre com patrocinadores que ajudavam a pagar a digitalização dos conteúdos?
Para digitalizarem os conteúdos estão a ser contratados serviços bastante caros e que a RTP está a pagar... sem qualquer uso prático.
O nosso primeiro ministro que tanto fala de oportunidades, não viu nisto uma oportunidade de aproveitar os 3-4 milhões que ía investir por ano na emissão do canal na TDT e valorizar o material que ía sendo digitalizado com a ajuda das receitas de publicidade?
é estranho...

Yagi disse...

O discurso de que a RTP Memória e RTP Informação está disponível na Internet não passa de uma falácia, como já se discutiu aqui no blogue TDT em Portugal há mais de uma ano! Leiam este post. A Internet, como plataforma para vêr televisão, (ainda) não substitui a TDT, cabo ou satélite.

A RTP "aposta" na Internet em detrimento da TDT porque os grandes players da Internet são também os mesmos da Pay TV e não querem que a TDT vingue em Portugal.

O pouco que está disponível de TV na Internet vê-se com má qualidade, gera tráfegos enormes ao fim do mês e não está acessível a uma boa parte da população.

Anónimo disse...

O que se pode ver no RTP play é o mesmo que se pode ver na televisão... pois para aceder a isso é preciso ter contrato de televisão e internet.
Os acessos devem ser de tal forma residuais que a RTP (e outras operadoras de televisão) nem revelam a quantidade de utilizadores que por lá ficam.
A nível de acesso direto por procuras, existe mais gente a lêr as colunas sociais nos sites ligados à rã do que a irem ao site da RTP... tal é a utilidade. (usando a ferramenta do google é giro ver o "valor" do site da rtp play... engraçado é que um valor brutal é acesso FORA de Portugal).
Mas, existem pessoas que continuam a defender que a RTP está a disponibilizar o canal na internet... toda a gente lhe têm acesso.
O problema é que a maioria desses nem sabem que operador de internet têm em casa.

Anónimo disse...

Desculpem, eu quando me referi que os conteúdos das televisões pagas também estavam disponíveis na internet para visualização nos sites de cada empresa de emissão livre apenas me referi como opção de visualização e não como imposição. Vejamos... se as pessoas se queixam que não podem ver e escrevem na internet é porque têm internet e ñ dispõem de um serviço pay-tv. A dica é que acessem ao site e visualizem os programas. Facto: Desde que eu disse que era possível assistir ao canais que a rtp fez um upgrade ao serviço... agora é practicamente impossível assistir ao quer que seja. Simplesmente tudo está bloqueado. Provavelmente os acordos com as pay-tv é mais lucrativo sem as emissões online. Parabéns rtp! A sic há bastante tempo que tem vindo a abandonar o serviço desde que trocou a sapo pela aeiou, não retornando os canais quando retornou para a sapo, talvez o novo contrato já venha com isso previsto uma vez que a pt é bastante gulosa! A tvi também só emite quando quer... prk tem lá os canais mas de pouco fazem efeito. Quiseram ser tão à frente com emissões online que parecem uns nehendertals quando se prenderam com contratos pay-tv. Quanto aos consumos de internet, hoje em dia quase todos os serviços têm opção de ilimitado ou de um limite bastante grande pra que o consumo seja um factor. A pirataria de canais na internet tem feito mais pelas empresas do que elas imaginam. Conheço gente do Canadá que assiste a canais livres por esses sites, e quando vêm a Portugal continuam a assisti-los como se estivessem sempre aqui a viver. A distância encurta-se. Eu que já me mudei para Inglaterra tenho-me deliciado a continuar a assistir a televisão portuguesa pela internet. Yagi, tens razão quanto a ser uma falácia, mas quando se está no estrangeiro este é o único meio de se ver tv sem ter que adquirir serviços pagos além de internet.
Bem hajam todos. :)

Yagi disse...

Na prática, mesmo os tarifários Internet ditos "ilimitados" estão sujeitos a limites arbitrários por parte dos ISP's. Os fornecedores de Internet podem limitar o tráfego a qualquer momento, quando considerarem que um utilizador está a exceder aquilo que eles consideram "razoável" ou "responsável". Isso está escrito nos contratos que assinamos.

E, se uma percentagem razoável da população assistisse com regularidade a canais de televisão pela Internet, o tráfego gerado iria provocar a saturação das redes e forçar os ISP's a baixarem ainda mais os limites de tráfego, mesmo os ditos "ilimitados".

André disse...

Como o anterior user veio comprovar, quem usa os serviços LEGAIS da RTP, são pessoas de fora do país. Principalmente pessoas dos Palop. Porque a nível do país... é mais simples procurar uma emissão "pirata" que o consumo é menor (mesmo com a publicidade) pois a imagem tem uma qualidade mais baixa mas permite visualizar num computador.
Devido ás leis, a maioria dos países, que não sejam PALOP, deixaram de ter acesso aos serviços da RTP Play... assim como acontece com os Portugueses dentro do país que podiam assistir aos programas mas, na parte de séries estrangeiras, a emissão era substituída por um ecran a avisar que não podiam emitir por causa das leis de programação...
Depois os limites... para uma operadora móvel de internet, a mensalidade é de 30 euros com "ilimitados", só que ao chegares aos 5GB recebes um aviso que estás a usar demasiada banda. Aos 10GB recebes outro e reduzem-te a velocidade para metade. Aos 15GB dizem-te que esgotaste o plafond "aceitável" e que vais passar o resto do mês a navegar a 128kb.
Para além que para teres velocidades acima de 1mb, precisas de estar perto de um grande centro. Vais para zonas com menores densidades populacionais (ás vezes a 5km das cidades) e já não há linha ou tens a menos de 1mb.

Por isso não existe qualquer possibilidade para se usar a net para ver esses canais.
(existe forma com menor consumo...sendo ilegal mas, é usada mais para o desporto ou para certos programas de entertenimento.)

Eu tenho ADSL a 2mb aqui onde estou, porque estou a 6km do centro de uma cidade. No entanto como é da periferia a linha só aguenta 2mb... sendo que as várias operadoras me aparecem cá à porta a dizer que podia ter 20mb... no entanto, as linhas não foram mudadas desde há 6 anos para cá... a minha operadora já me anunciou 3 vezes subidas de velocidade, só que a linha não permite isso.
A única coisa que me alteraram nestes anos foi o limite que era de 10GB, passou para 30GB e agora está em 60GB. Sendo que o preço só aumento com as 3 subidas do IVA que aconteceram entretanto.

Yagi disse...

Idosos foram os mais afectados com a passagem para a TDT. Há um suicídio a cada 4 horas:
O médico de saúde pública Mário Jorge Santos, um dos fundadores da Sociedade Portuguesa de Suicidologia, que participou no evento, afirmou ao CM que actualmente há "milhares de idosos" que vivem isolados no Alentejo que estão em risco de suicídio. "Estes idosos já viviam isolados, mas ficaram ainda mais sós quando perderam a televisão, única companhia que tinham, quando a televisão passou do sinal analógico para o digital, para o TDT", sublinhou o especialista. Acrescentou que esta grave situação não afecta apenas os idosos alentejanos, mas "muitos milhares de idosos" de norte a sul do País.

Nada para que os "responsáveis" políticos não tenham sido alertados, nomeadamente através do blogue TDT em Portugal. Mas como não governam para a população, mas sim para os interesses económicos instalados, a migração para a TDT em Portugal foi (e continua a ser) a vergonha que está à vista de todos!