quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Rede TDT MFN tem +4 emissores

No seguimento de deficiências detectadas pela ANACOM na recepção do sinal TDT em várias zonas de Portugal, o regulador atribuiu uma licença temporária (mas que certamente passará a definitiva) para a activação de quatro novos emissores de TDT em rede MFN:
  • emissor do Mendro: canal 40;
  • emissor de Palmela: canal 45;
  • emissor de São Mamede: canal 47;
  • emissor da Marofa: canal 48.
A potência (PAR) máxima para cada uma das estações referidas é de 10 kW, à exceção do emissor de São Mamede, no sector 20º - 110º, cuja PAR máxima será de 100 W. Esta "solução" deverá ser implementada no prazo máximo de 5 dias úteis. 

A ANACOM determinou ainda à PTC a apresentação, no prazo de 10 dias úteis, de um plano para a instalação dos emissores principais necessários para a resolução dos problemas constatados nas zonas não abrangidas quer pela atual rede MFN (C42, C46, C49), quer pelos quatro emissores agora temporariamente licenciados. 

Já em 2012 foi necessário activar emissores "alternativos" em rede MFN (temporária) para remediar os graves (mas previsíveis) problemas de recepção que afectaram o litoral e, em 2013, foi decidida a migração da actual rede SFN para uma rede MFN de SFN's em 2017. Referindo inúmeras falhas na recepção do sinal TDT em vários pontos do país, o regulador está a antecipar essa migração, sendo de prever para breve a activação dos restantes emissores principais (C33, C34, C43).

Mas também os graves problemas financeiros que têm afectado a PT são públicos. Como é sabido, a empresa está em processo de fusão com a operadora brasileira Oi e, como o blogue TDT em Portugal destacou, já deu a entender não estar interessada em manter as emissões terrestres da TDT por muitos mais anos. Mesmo havendo protocolos assinados, é pois do interesse do Estado que a migração da rede TDT seja concretizada o mais rapidamente possível!

Recordo que o blogue TDT em Portugal vem desde há anos alertando para as deficiências da rede de TDT, inclusivamente através das várias consultas públicas já realizadas. Ainda recentemente, nas consultas sobre o futuro da TDT e definição das obrigações de cobertura terrestre (relatório ainda não publicado), o blogue TDT em Portugal voltou a criticar (referindo vários exemplos) a forma deficiente como a rede tem sido implementada. Estão documentados os inúmeros alertas e as criticas do blogue à forma como se estava a processar a migração para a TDT em Portugal, enquanto os principais meios de comunicação social (e certas entidades privadas) se limitaram a "vender" a posição do Governo e do regulador de que tudo estava e iria correr bem! 

A deliberação da ANACOM pode ser consultada aqui.

Actualização:
A zona servida pelo emissor em rede MFN da Serra da Lousã (C46) foi a primeira zona do país a iniciar a implementação de rede MFN de SFN's. Em Setembro foi activado o canal 46 também no emissor da Boa Viagem (Figueira da Foz).

8/10/2014:
Em consulta pública alertei a ANACOM em Maio (e novamente em Agosto) para a desactualização e incorrecção da informação relativa aos emissores TDT. Curiosamente, mais ninguém referiu essa situação insólita. Finalmente, ao fim de quatro meses após o meu alerta, a ANACOM lá actualizou e corrigiu a informação que estava desactualizada desde Dezembro de 2012!

Posts relacionados:
ANACOM decidiu alterar a rede de TDT   
Alterações à rede de TDT: resposta do blogue TDT em Portugal

14 comentários:

Anónimo disse...

Isto pelo menos cá em portugal é a fartazana... Para se transmitir 3 canais de lotaria, um canal +/- e o parlamento dos segredos são necessários 11 canais diferentes (33,34,40,42,43,45,46,47,48,49 e 56). E depois ainda falam da falta de espaço...

Yagi disse...

Portugal, 5 anos após o arranque oficial da TDT ainda não foi capaz de ocupar um Mux completo! Com a activação das frequências MFN o desperdício será multiplicado por 12!

Mas nesta fase do campeonato, com a falta de interesse dos operadores, há espectro mais que suficiente e sem necessidade nenhuma de se migrar para DVB-T2 e muito menos HEVC, como defendi na consulta sobre o futuro da TDT.

Anónimo disse...

A possível explicação para a não entrada em funcionamento do canal 33, a meu ver, devesse à falta de um emissor refência naquela região. Quem madou apagar o emissor do muro... não será ele um dos novos emissores a entrar em funcioamento? Ou mais uma vez a localização dos emissores vai ficar nos segredos dos deuses...

Anónimo disse...

Por acaso alguém já se lembrou que estas mudanças constantes trazem ainda mais dispesas para as pessoas. Está na hora destas duas empresas, ANACOM e PT, que andam a gozar com as pessoas, pagar a sua incompetencia.

Yagi disse...

"Por acaso alguém já se lembrou que estas mudanças constantes trazem ainda mais despesas para as pessoas"

Claro, isso foi referido na consulta pública, nomeadamente pelo blogue TDT em Portugal!

Obs: a ANACOM não é uma empresa, é a entidade reguladora das comunicações.

Yagi disse...

O emissor principal do C33 deverá (em principio) ser o emissor do Muro.

Anónimo disse...

Para mim estas mudanças não são mais do que uma ajudinha da ANACOM a PT. A pt já conseguiu o que cria, quando ameaçou grande parte do país com a zona sombra ou com más condições de cobertura. Agora já se pode voltar ao modelo antigo de convertura, testado durante várias décadas no sistema analógico.
Por outro lado, era necessário libertar a faixa entre o canal 50 e 60, logo isto veio mesmo a calhar.
Tudo resto é converça.
A Anacom não mandou a PT avisar as pessoas sobre estas mudanças, ainda não vi nada. No site da ANACOM nada tem, e no da TDT muito menos.

Xtrabeatradio disse...

Boa Tarde Yagi,

Mais uma vez, nunca esquecendo o que tem feito para todos nós, um grande obrigado:)
Um grande obrigado, por nos manter informados e por nunca desistir desta causa. Realmente foi preciso tanto tempo para começarem a perceber que só o canal 56, não chegava para um país como o nosso que "sofre" tanto com as propagações devido à sua localização, mas os problemas não se devem apenas a isso, mas sim a incompetência das empresas que nos têm tapado os olhos e que querem que adiramos às operadoras pagas... Não compreendo como é que após quase um ano do que disse, ainda não tenha entrado nenhum dos canais que o SR. Poiares Maduro prometeu ao povo português... será que não merecemos no mínimo, uns canais temáticos?
Pedia-se no mínimo um canal de noticias, um infantil, um de cultura/documentários, um de desporto e porque não um de filmes??? Acho que seria no mínimo aceitável...Se os há nas operadoras pagas porque não podem vir para a TDT??? "novos" conteúdos claro, quando digo conteúdos digo canais... Se os mesmos viessem para a TDT, isso implicaria uma baixa de custos para todos os operadores, ou seja SIC, TVI e RTP pagariam menos pelo sinal distribuido.

myketek disse...

No tempo do sinal analógico, eu era servido por esse emissor principal do Muro, sendo que habito entre Braga-Vila Verde. Na altura e com uma antena interior, RTP2/SIC/TVI funcionavam bem em UHF, porém, a RTP1 emitia em VHF a partir dele, causando chuva/sombra na imagem ao longo de décadas. Ainda assim, a recepção em si era "ampla" e potente nesta zona.

Após a entrada do sinal Digital(fim de emissão a partir do potente emissor do Muro) passei a ser servido pelo "pequeno" emissor de Braga que por acaso(parece mentira), também possibilita excelente captação por deriva do campo ser totalmente aberto até ao mesmo.

Pelo que percebi, o referido emissor do Muro(C33) entrará novamente em funcionamento diga-se "prolongado", certo?. Quanto à potência, será a mesma de antigamente enquanto analógico?. Haverá interferências devido ao uso de frequências MFN?.

Em relação ao resto, diga-se de passagem a tristeza que é, em pleno 2014, ainda se estar a tentar "solucionar" um protejo inacabado... ou melhor, um protejo devidamente premeditado tal e qual como decorreu, por essa empresa que até os próprios accionistas "burlou"!...

Como eu disse anteriormente, o ministro Poiares Maduro, após a irreverência demonstrada e insatisfação com aquilo que se diz ser uma da TDT, também já "entrou nos eixos"... Quero eu dizer, já se vergou piamente ao poder instalado de interesses privados de quem bem sabemos...

Yagi disse...

As emissões em sistema digital utilizam muito menos potência que as emissões em sistema analógico, tanto em rede SFN como MFN. Logo, o emissor do Muro (se for activado) vai utilizar menos potência do que antigamente e provavelmente a área de cobertura será inferior à das antigas emissões analógicas. Veremos.

"Haverá interferências devido ao uso de frequências MFN?"

Se a rede for bem planeada e correctamente instalada, não. Há no entanto o potencial problema das interferências de emissores espanhóis, para o qual eu tenho alertado a ANACOM repetidamente.

Como eu afirmei na consulta pública, ela serve para empatar tempo. Fez já um ano que o Sr. Poiares Maduro afirmou que a oferta da TDT teria que aumentar. Mas como eu comentei na altura, logo após o Sr. ministro ter proferido essas afirmações ele mudou imediatamente o discurso! Veremos se haverá novidades (ou mais promessas) antes das eleições legislativas.

9/10/2013: GOVERNO RECUA NA OFERTA DA RTP MEMÓRIA NA TDT

Mas infelizmente não foi só o Sr. Poiares Maduro que se vergou, outros se vergaram perante os barões da TV portuguesa...

@Xtrabeat: Obrigado pelas palavras incentivo.

Antonio Loureiro disse...

A TDT Portuguesa eh uma lastima, acompanho este blog ha bastante tempo, espero que agora com a queda de conhecido mentor da pt, e consequente perda da credibilidade dessa empresa, Portugal venha a ter muito breve uma tdt digna do pais.

Yagi disse...

@António,
O principal obstáculo a haver mais canais em sinal aberto parte da SIC e TVI. Quanto há saída do Sr. Bava e a fusão com a Oi, a consequência imediata mais provável é que a migração para rede MFN fique "congelada". E os operadores, se não estão apreensivos com o que tem acontecido com a PT deveriam estar. Uma PT fraca não é do melhor interesse para o país.

jose cardoso disse...

Yagi, e se a PT desistir ou for comprada pela Altice acaba a TDT?
É uma vergonha o que se passa neste país em que só sao acautelados os interesses dos ricos Se pensassem todos como eu ou tinhamos uma TDT livre de jeito ou os operadores de cabo podiam fechar as portas ou investir noutros países.Tambem só vejo a TV Record interessada na TDT! Porque nao abrem concurso internacional? Temos em Espanha o grupo Atresmedia, Mediaset e Viacom esses é que podiam apostar aqui claro que com menos canais porque a nossa economia nao conseguiria sustentar ( com publicidade) tantos canais!
Qual a sua opiniao Yagi?

Anónimo disse...

A Anacom obrigou PT a informar as populações destas mudanças, já alguém viu alguma coisa?! Eu ainda não vi nada... Será que lhe vai pregar uma multa?